fbpx
DIPLOMACIA CORPORATIVANOTAS ANALÍTICAS

Presidente da plataforma streaming Youku da Alibaba é preso na China

No dia 3 de dezembro de 2018, Yang Weidong, presidente da plataforma de vídeos online Youku, foi preso por autoridades chinesas sob acusação de recebimento de pagamentos indevidos. De acordo com o periódico Caijing, Weidong teria aceitado propinas durante a produção do programa de entretenimento “This Is”, lançado em janeiro de 2018. O Youku pertence ao grupo Alibaba, o qual declarou em nota oficial que “está comprometido com as melhores condutas e padrões de negócios com cada um de nossos stakeholders, incluindo nossos clientes, parceiros comerciais e acionistas”.

Marca da Youku

O Youku foi adquirido pela Alibaba em 2015 por 3,6 bilhões de dólares (aproximadamente 14,1bilhões de reais, de acordo com cotação 14 de dezembro de 2018). Após a detenção de Weidong, FanLuyuan, CEO da Alibaba Pictures, foi anunciado como novo líder da companhia. Estima-se que o número de usuários do Youku alcance 580 milhões de indivíduos por mês e seus principais concorrentes são os aplicativos Youtube, Tencent Video e iQiyi.

Jack Ma

A prisão ocorre em um contexto de transição na liderança na Alibaba, terceira maior companhia de software da China. No dia 9 de setembro de 2018, JackMa, fundador do grupo e membro do Partido Comunista Chinês anunciou que iria se retirar do cargo de diretor executivo no final do ano (2018).

Em sua carta de despedida, Ma afirmou que a transição

demonstrará que a Alibaba passou para o próximo nível de governança corporativa. Mostrará que nos tornamos uma empresa que não depende somente de indivíduos, mas sim de sistemas organizacionais de excelência e de uma cultura de desenvolvimento de talentos”.

A prisão de Yang Weidong sugere que o próximo CEO da Alibaba, Daniel Zhang, enfrentará uma conjuntura bastante distinta do que a que seu antecessor se deparou. Não só devido a escalada de tensões entre os Estados Unidos e China na esfera internacional, mas também pelo recrudescimento das pressões regulatórias do governo chinês sobre a iniciativa privada do país. 

———————————————————————————————–

Fontes das Imagens:

Imagem 1 Sede da Alibaba, em Beijing” (Fonte): https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/9/99/Alibaba_group_Headquarters.jpg/800px-Alibaba_group_Headquarters.jpg

Imagem 2 Marca da Youku” (Fonte): https://en.wikipedia.org/wiki/File:Youku_png.png

Imagem 3 Jack Ma, fundador do grupo Alibaba” (Fonte): https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/a/a9/Enabling_eCommerce-Small_Enterprises%2C_Global_Players%2839008130265%29_%28cropped%29.jpg/800px-Enabling_eCommerce-Small_Enterprises%2C_Global_Players%2839008130265%29_%28cropped%29.jpg

About author

Doutorando em Ciência Política pela Instituto de Estudos Sociais e Políticos (IESP) da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Mestre em Estudos Estratégicos Internacionais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Pesquisa nas áreas de Segurança Internacional, Economia Política Internacional e Política Externa Brasileira. Como colaborador do CEIRI Newspaper escreve sobre Ásia, especialmente sobre China, país em que residiu durante um ano e que é seu objeto de estudo desde 2013.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!