fbpx
AMÉRICA LATINACOOPERAÇÃO INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Projeto vai oferecer capacitação técnica e recursos financeiros a mais de 3.700 pequenos e médios produtores rurais

O “Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento” do Brasil (MAPA), o “Departamento do Meio Ambiente, da Alimentação e dos Assuntos Rurais” (DEFRA) do “Governo do Reino Unido” e o “Banco Interamericano de Desenvolvimento” (BID) lançaram no dia 15 de agosto o projeto “Agricultura Sustentável para o Desenvolvimento Rural”.

O objetivo do projeto é promover o desenvolvimento rural sustentável, recuperando florestas e solos degradados e reduzindo a pressão sobre as florestas através da adoção de práticas agrícolas sustentáveis.

De acordo com nota do BID[1], o Projeto oferecerá capacitação técnica e recursos financeiros (não reembolsáveis) a mais de 3.700 pequenos e médios produtores de 70 municípios nos biomas Amazônia e Mata Atlântica para implementação da agricultura de baixa emissão de carbono e recuperação e proteção de florestas.

Pelo bioma Amazônia, participam os estados de “Mato Grosso”, Pará e Rondônia; e, pelo bioma “Mata Atlântica” estão Bahia, “Minas Gerais”, Paraná e “Rio Grande do Sul”.

Os produtores terão apoio técnico e financeiro para acessar tecnologias agropecuárias com baixa emissão de carbono e promover restauração florestal. Esse trabalho também será combinado com o crédito agrícola oferecido no Brasil.

—————————————————

Fonte Consultada:

[1] Ver:

http://www.iadb.org/pt/noticias/comunicados-de-imprensa/2013-08-14/agricultura-sustentavel-para-o-desenvolvimento-rural,10546.html

Enhanced by Zemanta

About author

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!