EUROPANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Protestos anti-governo em Montenegro pedem renúncia do Primeiro-Ministro por ser pró-OTAN

Na última sexta-feira, 2 de outubro, na capital Podgorica, manifestantes da Frente Democrática totalizaram seis dias de protesto contra o Governo do primeiro-ministro montenegrino Milo Djukanovic. As demandas do grupo pedem a sua saída de Djukanovic, concomitantemente à formação de um Governo Provisório até que novas eleições sejam convocadas pelo Congresso do país. Os manifestantes, dispostos em 500 tendas ao redor do prédio do Parlamento Montenegrino, têm dito que não deixarão as ruas em torno do prédio do Governo enquanto suas demandas não forem atendidas[1].

A ala governista, o Partido Socialista Democrático, tem liderado o país desde a queda do regime comunista iugoslavo em 1989. Uma das propostas de governo do ministro Djukanovic é a adesão do país à Organização do Tratado do Atlântico Norte(OTAN), a qual foi respaldada pela Polônia e os Estados Unidos, recentemente. Tal opção é notoriamente refutada pela oposição, que se vê profundamente ligada à Sérvia e ao passado turbulento com a OTAN*. Para os opositores, a política externa pró-ocidente deixaria de operacionalizar o caráter neutro que o país ostenta agora, podendo negociar tanto com o Ocidente, quanto com a Rússia[2].

Por ora, os protestos têm sido pacíficos, salientando um dos líderes do movimento opositor, Nebojsa Medojevic, que “aqueles que afirmam que somos bárbaros e terroristas […] precisam se desculpar, e o diretor da polícia deve abdicar de seu cargo[3]. Se as reivindicações dos manifestantes não forem atendidas, uma nova eleição só tomará cabo no próximo ano (2016), seguindo o calendário previsto.

———————————————————————————————-

* Sérvia e Montenegro deixaram de ser uma única entidade política em 2006, quando os montenegrinos declararam sua independência daFederação. A OTAN praticou severos bombardeios à Sérvia no ano de 1999, quando os dois Estados estavam sob a união da República Federativa da Iugoslávia.

———————————————————————————————-

Imagem (Fonte):

http://www.balkaninsight.com/en/file/show//Images/Images.New/opozicija%20CG%20Facebook640x480.jpg

———————————————————————————————-

Fontes Consultadas:

[1] Ver:

http://www.independent.mk/articles/22736/Anti-government+Protests+Rock+Montenegro+as++Citizens+Camp+in+front+of+Parliament+Building

[2] Ver:

http://uk.reuters.com/article/2015/09/24/us-poland-siemoniak-idUKKCN0RO22D20150924 

[3] Ver:

http://www.balkaninsight.com/en/article/montenegrin-opposition-urge-police-director-to-withdraw-10-01-2015

About author

Mestrando em Ciências Sociais pela PUC-RS. Bacharel em Relações Internacionais (2014), pelo Centro Universitário Univates de Lajeado - RS, realizou estudos em Segurança Internacional na Högskolan i Halmstad em Halmstad, Suécia (2013). Áreas de interesse em pesquisa são em Política Internacional, Segurança Internacional, Península Balcânica e etnias nas Relações Internacionais.'
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

China lança plano de transformar Shenzhen em “motor central” de reforma

AGÊNCIAS DE COOPERAÇÃOCOOPERAÇÃO INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Impacto da COVID-19 na educação é tema de Relatório das Nações Unidas

ÁFRICANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Ataque jihadista a civis deixa 25 mortos em Burkina Faso

ANÁLISES DE CONJUNTURANOTAS ANALÍTICAS

COMUNICADO CEIRI NEWS DE 12 DE OUTUBRO

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!