fbpx
EUROPANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Resolução do Conselho de Segurança da ONU sobre o massacre de Srebrenica é rejeitada

Com o 20º aniversário do Massacre de Srebrenica neste 11 de julho, a representação britânica no Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU) havia colocado em votação uma Resolução na última quarta-feira, dia 8, com o fim de caracterizar o acontecimento como genocídio[1]. A atitude provocou descontentamento por parte do Governo da República Sérvia da Bósnia(República Srpska), solicitando que seu aliado no CSNU, a Federação Russa, vetasse a Resolução[2].

Srebrenica, que consistia em um dos enclaves de segurança na BósniaHerzegovina –  “Safe Areas” – das Forças de Paz das Nações Unidas durante a guerra de dissolução da Iugoslávia (1991-1995), presenciou, entre 11 e 13 de julho de 1995, o maior massacre em terras europeias desde a Segunda Guerra Mundial. Na ocasião, forças servo-bósnias foram acusadas de executar 8.000 homens da região, majoritariamente muçulmanos bósnios. {[3]?}

Para distinguir o acontecimento como “genocídio”, a comissão britânica adotou como base os Acórdãos do Tribunal Penal Internacional para a exIugoslávia (TPII) e da Corte Internacional de Justiça (CIJ), conjuntamente com “todos os outros crimes de guerra contra a humanidade comprovados ao longo do conflito na Bósnia-Herzegovina[3]. A votação, que falhou em seu propósito inicial, obteve quatro abstenções – Angola, China, Nigéria e Venezuela – e foi vetada pelos russos.

Nas palavras do Embaixador Russo para o CSNU, Vitaly Churkin, a decisão se caracterizou como “não construtiva e politicamente motivada[5]. Ele também alegou que o “projeto que foi apresentado não irá ajudar a obter a paz nos Bálcãs, mas sim, condenar a região à tensão[5]. A Resolução que, para muitos, se assinalava “vital”, e a outros, “divisora”, não deve receber alterações, nem passar por outra votação[5].   

————————————————————————————————

Imagem (Fonte):

https://de.wikipedia.org/wiki/Massaker_von_Srebrenica#/media/File:Srebrenica_massacre_memorial_wall_of_names_2009_2.jpg

————————————————————————————————

Fontes Consultadas:

[1] Ver:

http://www.reuters.com/article/2015/06/09/us-bosnia-srebrenica-britain-idUSKBN0OP1I420150609 (Acesso em 08.07.2015).

[2] Ver:
http://www.balkaninsight.com/en/article/bosnian-serb-call-un-not-to-addopt-serb-resolution (Acesso em 08.07.2015).

[3] Ver:

http://www.theguardian.com/world/2015/jul/03/srebrenica-massacre-20-years-on?CMP=share_btn_tw (Acesso em 08.07.2015).

[4] Ver:

http://www.un.org/apps/news/story.asp?NewsID=51359#.VZ3qTvllYtF (Acesso em 08.07.2015).

[5] Ver:

http://www.aljazeera.com/news/2015/07/russia-vetoes-genocide-resolution-srebrenica-150708150057291.html (Acesso em 08.07.2015).

————————————————————————————————

Ver Também:

http://www.balkaninsight.com/en/article/serbian-police-banned-all-saturday-rallies

Ver Também:

http://www.balkaninsight.com/en/article/srebrenica-how-to-prove-a-genocide

About author

Mestrando em Ciências Sociais pela PUC-RS. Bacharel em Relações Internacionais (2014), pelo Centro Universitário Univates de Lajeado - RS, realizou estudos em Segurança Internacional na Högskolan i Halmstad em Halmstad, Suécia (2013). Áreas de interesse em pesquisa são em Política Internacional, Segurança Internacional, Península Balcânica e etnias nas Relações Internacionais.'
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!