EURÁSIANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Presidente Putin adverte que o mundo não terá recuperação econômica rápida

Na semana passada (em 7 de outubro), o presidente russo Vladimir Putin, em um Fórum daCooperação Econômica da Ásia e do Pacífico” (APEC, na sigla em inglês), fez uma declaração na qual alegou que há pouca esperança de rápida recuperação da economia global. Também apontou que, embora a fase mais aguda da crise já tenha terminado, os problemas do atual modelo econômico são de natureza estrutural e, por isso, prolongados[1].

Putin alega que é necessário um novo modelo de desenvolvimento econômico para corrigir os desequilíbrios a longo prazo, para, assim, garantir o crescimento da economia de bens e serviços, a criação de empregos e as reformas estruturais. Ele afirmou que nas Cúpulas do G8 e do G20 (ocorridas no mês passado) esse tema foi debatido, mas, salientou, que apenas os líderes do G20 chegaram a um consenso sobre a necessidade de combinar estímulo econômico com as medidas de consolidação orçamental[2]

Segundo analistas, esse posicionamento naCúpula do G20é uma maneira expressa de dizer que a economia global precisa ser repensada para tirar dosEstados Unidosa responsabilidade por equilibrar o sistema

———————

Imagem Presidente russo Vladmir Putin na comitiva de imprensa do G20” (Fonte):

http://en.g20russia.ru/photo/20130906/782790401.html

———————

Fontes consultadas:

[1]  VerRIA NOVOSTI”:

http://en.ria.ru/world/20131007/183988902/No-Quick-Recovery-for-Global-Economy-Warns-Putin.html

[2] Ver REUTERS:

http://www.reuters.com/article/2013/09/06/g20-economy-russia-idUSL6N0H215P20130906

Enhanced by ZemantaEnhanced by Zemanta
EUROPANOTAS ANALÍTICASPOLÍTICA INTERNACIONAL

Angela Merkel é acusada de mentir sobre uma nova ajuda à Grécia

A chanceler alemã Angela Merkel está sendo acusada por políticos da oposição de estar escondendo do seu povo a possibilidade de uma nova ajuda financeira à Grécia (ou “bailout”). As pressões aumentam devido à proximidade das eleições gerais na Alemanha que deverão ocorrer no dia 22 de setembro

A revista semanal “Der Spiegel” teve acesso a um documento do “Banco Central Alemão”, o Bundesbank, afirmando que a liberação da última parcela do segundo pacote de ajuda à Grécia foi motivada por “pressões políticas” e as reformas que ocorrem na Grécia são “dificilmente satisfatórias[1]. Segundo o “Der Spiegel”, o relatório do Bundesbank apresenta ainda que: “Os países da União Européia certamente concordariam com uma nova ajuda à Grécia no inicio de 2014[2]

Tal notícia não poderia vir em pior momento, pois o Democrata-Cristão, partido de Merkel, está à frente das pesquisas de intenção de voto totalizando 40% do eleitorado, mas o seu principal opositor, os Social-Democratas, estão com 25% dos votos[3].  Especialistas apontam que tal notícia pode ser fatal para a campanha de Angela Merkel, visto que esta é cotada para prosseguir com um terceiro mandato como Chanceler.

Carsten Schneider, político Social-Democrata e porta-voz em questões orçamentárias do partido, afirmou que após as eleições os alemães vão ter um “choque de realidade”  e “mentindo sobre a necessidade de uma futura ajuda à Grécia, a Chanceler (Merkel) mente para o povo (alemão) antes da eleição[1]. Em adição, tanto o “Ministro das Finanças da Alemanha”, Wolfgang Schäuble, quanto o Bundesbank não se pronunciaram a respeito de tais acusações, deixando espaço para várias interpretações[2]

Totalizando até então mais de 200 bilhões de euros (ou aproximadamente mais de 600 bilhões de reais), não é de se espantar que uma terceira ajuda financeira à Grécia não caia bem aos eleitores alemães, visto que seu país é o que mais contribui para tal ajuda e portanto é o mais afetado pela possibilidade de um terceiro bailout”.

————————

Imagem A Chanceler da Alemanha Angela Merkel” (Fonte):

http://scrapetv.com/News/newsbrief/international/images-3/angela-merkel-2013-warning.jpg

————————

Fontes Consultadas:

[1] Ver:

http://www.euractiv.com/elections/merkel-accused-lying-risk-second-news-529773

[2] Ver:

http://euobserver.com/news/121107
[3] Ver:
http://www.spiegel.de/international/europe/bundesbank-expects-new-greek-bailout-after-german-election-a-916098.html

        

Enhanced by ZemantaEnhanced by Zemanta