ANÁLISES DE CONJUNTURAÁSIA

Shinzo Abe é reconduzido ao comando do Japão

Shinzo Abe - Primeiro Ministro do JapãoShinzo Abe - Primeiro Ministro do JapãoAos 58 anos de idade, Shinzo Abe, reassume como “Primeiro Ministro” no Japão. Nos últimos anos, o Cargo tem deixado seus ocupantes muito preocupados devido a grande tensão causada pelas graves questões que ainda não foram resolvidas, algo que tem gerado renúncias constantes. Neste momento, todos aguardam a postura desta nova frente de comando, gerando expectativa sobre se sua condução e posicionamento serão suficientes para a recuperação econômica japonesa e um melhor relacionamento diplomático com as demais nações asiáticas.

NOTAS ANALÍTICAS

Park Geun-hye: A primeira mulher presidente na “Coreia do Sul”

Park Geun-hyePark Geun-hyeCom mais de 50% dos votos adquiridos após 83% de urnas apuradas, Park Geun-hye, a filha do antigo ditador coreano Park Chung-hee, garante a “Presidência na Coreia do Sul”, tornando-se a primeira mulher no poder desde a fundação da “República da Coreia”.

A Presidente eleita recebeu nesta quarta-feira (dia 19), as congratulações do atual mandatário, companheiro de partido e aliado, Lee Myung-bak, após o anúncio dos resultados das apurações das urnas eleitorais. Observadores apontam que provavelmente ela dará continuidade a algumas políticas do governo atual, como é o caso da política externa voltada para assuntos sobre as relações com a “Coreia do Norte”.

NOTAS ANALÍTICAS

PLD garante maioria em “Câmara Baixa” japonesa e Premiê renuncia a Partido

Neste final de semana, os japoneses foram às urnas e o “Partido Liberal Democrático” (PLD) garantiu a maioria na “Câmara Baixa”. O Partido obteve 253 cadeiras, as quais, juntamente com as cadeiras de aliados, garantiram a maioria absoluta para governar.

As eleições apresentaram uma baixa presença do “Partido Democrata” (PD) o que levou o atual “Primeiro-Ministro” a renunciar ao cargo de “Presidente do Partido”. A baixa aprovação do PD por parte da população japonesa levou a sua derrota.

NOTAS ANALÍTICAS

“Coreia do Norte” lança foguete

A “Coreia do Norte” lançou o foguete sem comunicar a comunidade internacional. Segundo informações divulgadas à imprensa por autoridades sul-coreanas que monitoraram o lançamento, o vetor voou pelas extensões do “Mar Amarelo”.

As 9:49 a.m (horário da “Coreia do Norte”, sendo 22:49 no horário do Brasil), o foguete foi lançado de uma base situada a noroeste do país e este lançamento está sendo condenado pelas potências regionais e internacionais. Militares japoneses e sul-coreanos já estão em alerta e os respectivos sistemas antimísseis estão preparados.

NOTAS ANALÍTICAS

Ainda Eleições em 2012: “Coreia do Sul” e Japão

O ano de 2012 ainda tem importantes mudanças a serem anunciadas, mesmo próximo do final do ano e depois de já terem sido definidas a reeleição de Ma Ying-jeou, em Taiwan; de Barack Obama como presidente dos EUA e a escolha de Xi Jinping na China. São aguardadas as eleições naCoreia do Sul” e no Japão.

No Japão, os eleitores vão as urnas neste próximo domingo (15 de dezembro) para votar no pleito da “Câmara Baixa” do Parlamento japonês. Os eleitores estão avaliando os últimos 3 anos do governo do “Partido Democrata” (PD) japonês e agora os analistas políticos da região estão atentos para a definição de quem obterá a maioria da câmara, se serão ainda os democratas ou se o “Partido Liberal Democrático” (PLD) levará vantagem.

NOTAS ANALÍTICAS

O maior poder naval asiático participará do “RIMPAC 2014”

Atualmente, o desenvolvimento militar chinês é um dos principais assuntos de segurança do mundo e recebe grandes críticas de importantes nações do continente asiático, bem como dos Estados Unidos e de europeus.

O país mantém exercícios militares dentro de sua jurisdição e após o primeiro treino bem sucedido de decolagem de caças a partir do recém inaugurado porta-aviões, Liaoning, o seu poderio naval não pode ser mais questionado.