NOTAS ANALÍTICAS

China necessitará de mais Asas

Nesta semana, foi dado inicio ao “Show Aéreo” chinês na cidade de Zhuhai (localizada na região Sul) e também foi divulgado um estudo comunicando que o país precisará de aproximadamente 4.960 aviões nos próximos 20 anos. A “Corporação de Aviões Comerciais da China” (COMAC, na sigla em inglês) divulgou um relatório oficial sobre o tema que diz respeito ao crescimento da aviação na China.

As estimativas incluem pequenas e grandes aeronaves, o que pode agradar empresas do Brasil, como a EMBRAER, que tem contratos no mercado chinês. Segundo dados da pesquisa, o mercado mundial precisará de pouco mais de 31 mil aviões, cujos valores  estimados superam os US$ 2,89 trilhões.

NOTAS ANALÍTICAS

Peng Liyuan poderá ser uma das mulheres mais influentes do mundo

Atualmente, a “Chanceler da Alemanha”, Angela Merkel; a “Primeira Dama dos EUA”, Michelle Obama, e a “Presidente do Brasil”, Dilma Rousseff, estão no topo entre as mulheres mais influentes do mundo, graças as suas importâncias nos cenários político e econômico internacionais. Hoje, emerge uma nova candidata a disputar os holofotes mundiais.

NOTAS ANALÍTICAS

Japão: cooperação econômica em Pauta

Enquanto lideres asiáticos e europeus se encontram no Vietnã para discutir sobre laços econômicos, as autoridades japonesas já projetam a busca de novos parceiros e como renovar seus laços com os atuais.

O país não se encontra em um grande momento frente as divergências territoriais com a China e com a Coreia do Sul. O momento é de buscar apoio nos Fóruns regionais e contribuir para a consolidação de Acordos que beneficiem os países da região asiática, juntamente com os parceiros econômicos europeus.

NOTAS ANALÍTICAS

Japão-Coreia do Sul: negociação territorial terá avanços significativos?

Diplomatas japoneses e sul-coreanos entraram em acordo para avançar com negociações sobre a disputa territorial entre seus países na região. Shin’suke Sugi’yama, diretor geral coreano de assuntos referentes a Ásia e Oceania, junto com Pujin Yong, responsável para assuntos asiáticos do “Ministério das Relações Exteriores da Coreiaencontraram-se com o vice-ministro das Relações Exteriores do Japão, Kira Shuji, na cidade de Tokyo, capital japonesa.

NOTAS ANALÍTICAS

Eleição em São Paulo ganha destaque na China

As eleição municipal de São Paulo ganhou um significativo espaço na mídia chinesa. Os principais canais de notícia mencionaram a eleição e vitória do candidato do “Partido dos Trabalhadores” (PT), Fernando Haddad, para a Prefeitura. Deve-se destacar que o Governo chinês manteve boas relações com o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e as mantém no mesmo status com a atual presidente, Dilma Rousseff.
Na agência de notícias Xinhua, no site de busca chinês “Panguso”, o nome 哈达德 (Fernando Haddad) esteve presente em várias chamadas e notas, ganhando até mesmo um breve histórico após a sua vitória.

NOTAS ANALÍTICAS

China: relação com o Japão baseia-se em princípios

As divergências entre China e Japão em torno da soberania sobre as “Ilhas Diaoyu” (Senkaku) está longe de um fim tranqüilo. Nesta semana, o vice-ministro das relações exteriores, Zhang Zhijun, acusou os japoneses de roubarem as ilhas e declarou que seu país não abre mão da soberania sobre o arquipélago.
Ele usou fatos históricos, comunicando que antes de 1895 não existia disputa sobre as ilhas, apenas após as guerras entre o antigo “Império do Japão” com os demais países do leste asiático o arquipélago foi anexado pelos japoneses. A autoridade chinesa afirmou à imprensa que as relações de seu país com o Japão se baseia em princípios e respeita suas diferenças históricas e culturais em prol de um convívio pacífico.