fbpx

A União Europeia (UE) disponibilizou[1] € 200 milhões em apoio à Autoridade Palestina (AP) e à Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA, sigla em inglês), com objetivo de fornecer serviços básicos vitais para o povo palestino, como educação, assistência de saúde e serviços sociais.

Este é o primeiro aporte da UE ao povo palestino para 2014. A assistência é composta por duas ações principais[1]: uma contribuição de € 130 milhões para a Autoridade Palestina, por meio do Mecanismo Palestino-Europeu de Gestão da Ajuda Socioeconômica (PEGASE, na sigla em inglês), e uma contribuição de € 70 milhões para o Fundo Geral da UNRWA .

O PEGASE é o mecanismo por meio do qual a UE ajuda à AP a construir as instituições do “futuro Estado palestino independente[1]. Os valores doados também são utilizados para o pagamento de salários dos funcionários públicos e pensionistas que garantem que os serviços públicos essenciais continuem operando. Ele também prevê subsídios sociais para as famílias palestinas que vivem em extrema pobreza.

———————————————-

Imagem (Fonte):

 http://www.palestinalibre.org/fotos/4675220130828062546752.jpg

———————————————-

Fonte Consultada: 

[1] Ver:

http://europa.eu/rapid/press-release_IP-14-617_en.htm

                 

About author

Mestre em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Bacharel em Relações Internacionais, jornalista e Especialista em Cooperação Internacional. Atualmente é CEO do Centro de Estratégia, Inteligência e Relações Internacionais (CEIRI) e Editora-Chefe do CEIRI NEWSPAPER. Vencedora de vários prêmios nacionais e internacionais da área dos Direitos Humanos. Já palestrou em várias cidades e órgãos de governo do Brasil e do Mundo sobre temas relacionados a profissionalização da área de Relações Internacionais, Paradiplomacia, Migrações, Tráfico de Seres Humanos e Tráfico de órgãos. Trabalhou na Coordenadoria de Convênios Internacionais da Secretaria Municipal do Trabalho de São Paulo e na Assessoria Técnica para Assuntos Internacionais da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Governo do Estado de SP. Atuou como Diretora Executiva Adjunta e Presidente do Comitê de Coordenação Internacional da Brazil, Russia, India, China, Sounth Africa Chamber for Promotion an Economic Development (BRICS-PED).
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!