fbpx
NOTAS ANALÍTICAS

“União Europeia” anuncia aprofundamento da cooperação com o Japão e ambos lançam negociações para “Tratado de Livre-Comércio” (Parte – 2)

Em declaração conjunta, o “Presidente da Comissão Europeia (CE)”, José Manual Durão Barroso, o “Presidente do Conselho Europeu”, Herman Von Rompuy, e o “Primeiro-Ministro do Japão”, Shinzo Abe, afirmaram que “parceiros globais que partilham de valores comuns, devem elevar suas relações em um plano superior, mais estratégico, e torná-las mais duradouras[1].

Tal declaração veio juntamente com o anúncio do desejo de conduzir de forma mais próxima as relações entre ambas às partes, partindo para a parceria estratégica no desenvolvimento da cooperação em questões políticas, econômicas e globais, centrando-se em um “Acordo de Parceria Econômica” e em um “Acordo de Livre Comércio”. Ademais, como parte da “21ª Cúpula UE-Japão[2], iniciada no último dia 25 de março, as convergências em posições centrais nos problemas regionais e internacionais deverão ser buscadas pelas autoridades.

Estima-se que a conclusão de um “Acordo de Livre Comércio” possa contribuir com o crescimento econômico e a oferta de empregos e a CE estipula como consequencia a criação de cerca de 400 mil novos postos.

Paralelamente, Kristalina Georgieva, “Comissária Europeia para questões de Cooperação Internacional, Ajuda Humanitária e Resposta de Crise”, anunciou o reforço da cooperação em gestão de desastres: “Desastres naturais são cada vez mais intensos e mais frequentes. Isso nos tornou vulneráveis. O desastre triplo que atingiu o Japão, em Março 2011, mostrou que até mesmo os países mais bem preparados podem ser esmagados pela força da natureza. Podemos atender melhor a esses desafios, trabalhando juntos. Estou convencida de que a troca de informações e melhores práticas nos beneficiarão, tanto a UE como o Japão[3].

———————————

Fontes consultadas:

[1] Ver:

http://europa.eu/rapid/press-release_IP-13-276_en.htm

[2] Ver:  

https://ceiri.news/wp-content/uploads/2013/03/136371.pdf

[3] Ver:  

http://europa.eu/rapid/press-release_IP-13-271_en.htm

————————–

Ver também:

http://trade.ec.europa.eu/doclib/press/index.cfm?id=881

 

About author

Mestrando em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (Usp); Bacharel em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Puc-SP). Colaborador do Núcleo de Análise da Conjuntura Internacional (NACI) e do Núcleo de Estudos de Política, História e Cultura (Polithicult). Experiência profissional como consultor de negócios internacionais. Atua nas áreas de Política Internacional, Integração Europeia, Negócios Internacionais e Segurança Internacional. No CEIRI NEWSPAPER é o Coordenador do Grupo Europa.
Related posts
ÁSIAECONOMIA INTERNACIONALNOTAS ANALÍTICAS

Fundo Monetário Internacional estima crescimento da economia chinesa em quase 2%, contrariando tendência mundial

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Conselho Europeu se reúne para tratar de ação conjunta europeia para combater a COVID-19

NOTAS ANALÍTICASPARADIPLOMACIA

As cidades mais caras da América Latina

NOTAS ANALÍTICASPOLÍTICAS PÚBLICASSAÚDE

Resposta à COVID-19 nas Américas pode sofrer transformação a partir de novos testes rápidos

Receba nossa Newsletter

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá!